Uma nova ameaça virtual está deixando muita gente preocupada. Trata-se de um arquivo malicioso que afeta o computador e permite que o criminoso consiga controlar a webcam e o microfone da vítima.

O malware foi anunciado por Patrick Wardle, um perquisador de segurança que já trabalhou até mesmo na NSA, a agência de segurança nacional dos Estados Unidos. Segundo explica, o ataque afeta dispositivos com OS X, sistema operacional do MacBook.

A ferramenta maliciosa ainda permite a gravação de vídeos do Skype, FaceTime ou de outros softwares usados para chamadas em vídeo. Para piorar, neste caso, o usuário não percebe que está sendo gravado já que a luz que indica que webcam está funcionando – em alguns modelos – já está acesa.

Por enquanto o malware não foi batizado e nem há indícios de que ele afete dispositivos que rodam outros sistemas operacionais, como Windows.

Como se proteger

Para os mais preocupados, uma dica simples é usar uma fita adesiva por cima da webcam para tampar o visor. A prática parece rudimentar mas é adotada até mesmo por Mark Zuckerberg.

Quem prefere algo mais moderno pode optar pelo download do OverSight, um programa criado pelo próprio Wardle que monitora os dispositivos e avisa o usuário quando eles estão sendo acessados. Para Windows, o programa que faz isso é o Who Stalks My Cam.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA