Agrishow 2016 – John Deere lança colhedoras de cana com maior capacidade

0
69

Empresa destaca plantadeira de grãos, pulverizador, tratores com piloto automático, enfardadora e outras novidades

A multinacional americana John Deere impressiona os visitantes da Agrishow 2016, em Ribeirão Preto (SP), tanto pelo tamanho do estande, que ocupa uma área de quase um hectare na feira, quanto pela quantidade de máquinas expostas. São mais de 50 equipamentos em exibição no evento, que prometem maior eficiência e redução de custos nas lavouras.

2604_john_deere_stand_feira_agrishow_2016_ribeirao_preto_6

Estande da John Deere na Agrishow 2016.

Entre as principais novidades estão as colhedoras de cana-de-açúcar CH570 e CH670, que eleva em 22% a capacidade de colheita em comparação com modelo anterior. De acordo com Rodrigo Bonato, diretor de vendas da John Deere Brasil, esses lançamentos representam uma revolução para o setor. “Uma máquina dessa gera uma redução ao redor de 9 mil litros de combustível por safra. Há redução de custo, redução de emissões de gases e otimização dos recursos. Estamos entregando uma máquina com uma performance 8% mais eficiente”, afirmou em entrevista à Successful Farming Brasil.

O setor sucroenergético, que viveu um momento de crise severa, começa a se beneficiar por um ciclo de bons preços para o etanol e açúcar. Segundo Bonato, essas colhedoras demandaram cerca de cinco anos para serem desenvolvidas e, agora, por uma feliz coincidência, são lançadas num momento de recuperação do setor sucroenergético, quando os produtores podem apostar em renovação de frota. “O preço médio do açúcar está melhor agora do que no ano passado e o dólar valorizado ajuda o produtor. O setor está num momento ímpar”, diz Bonato.

As colhedoras foram testadas em campo por meio de uma pesquisa do Núcleo de Ensaio de Máquinas e Pneus Agroflorestais da Universidade Estadual Paulista (Nempa/Unesp), que mostrou uma redução de 13% no consumo de combustível da CH570, em comparação ao modelo anterior 3520 da John Deere. De acordo com a empresa, essas colhedoras contam com o exclusivo sistema Econoflow, responsável por trazer melhorias nos mecanismos de alimentação, limpeza e hidráulico, que tornam as operações mais eficientes. Para o setor sucroenergético, a empresa destaca também outro lançamento: a enfardadora prismática L340, capaz de produzir fardos de biomassa com alto rendimento operacional.

2704_john_deere_stand_feira_agrishow_2016_ribeirao_preto_2

Trator 9520R, da linha 9R.

A companhia também apresenta ao mercado durante a Agrishow um trator importado, o modelo 9520R, com 520 cavalos, que faz parte da série 9R de tratores de alta potência da John Deere. Há também tratores de alta potência das séries 7J e 8R na feira.

Para o plantio de grãos, o destaque é a plantadeira 1107 a vácuo, com melhor precisão na distribuição das sementes. Para os tratos culturais, a grande novidade é o pulverizador 4630, com uma barra maior para o setor da cana. Os tratores da linha 5E com piloto automático de fábrica, equipamentos versáteis e econômicos que atendem agricultores e pecuaristas, também estão em evidência. Além disso, os visitantes poderão conhecer a forrageira modelo 8300 e os implementos da linha GreenSystem.

Agricultura de precisão

Com foco na agricultura de precisão, a John Deere está realizando o pré-lançamento da tecnologia JD Link, que estará disponível no mercado brasileiro no segundo semestre deste ano, de acordo com Alex Mendes, especialista em soluções integradas em preparo de solo da John Deere. “A tecnologia permite saber tudo que está acontecendo no campo, conseguimos informações sobre o consumo de combustível, rotação de motor, modo de operação, perfil de carga do motor, localização e velocidade de operação”, disse Alex Mendes.

Outro destaque da Jonh Deere na Agrishow 2016 é o StartFire 6000. Trata-se de um receptor multi-bandas, com recepção de sinal SF3. O equipamento garante melhor precisão de sinal de satélites, com resistência ao sombreamento e aumento de disponibilidade. O lançamento representa uma evolução de um modelo anterior, o StartFire 3000, que capta sinal SF2.

Fonte: sfagro

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA