Adolescente detida nos EUA deve embarcar para o Brasil com a mãe

Reencontro das duas ocorreu 15 dias após jovem ser barrada em Detroit.

‘A imigração se sensibilizou e a gente conseguiu que ela retorne’, diz mãe.

O drama de Anna Beatriz Theophilo Dutra, 17 anos, deve chegar ao fim ainda nesta segunda-feira (2). Depois de passar 15 dias detida em um abrigo nos EUA, a jovem está prestes a embarcar para o Brasil. A informação foi repassada pela mãe da adolescente, Leide Theophilo, que encontrou com a filha depois de três dias em Chicago e comemorou a oportunidade de passar o Dia das Mães ao lado da filha.A adolescente foi barrada pela imigração ao chegar no aeroporto em Detroit (Michigan) no dia 17 de abril. Com poucos contatos com a família, ela ficou em um abrigo de menores em Chicago, após ter sido acusada de ter ido ao país para estudar, com o visto de turista.

Leide embarcou para os EUA na última sexta-feira (29), mas só conseguiu encontrar com a filha nesta segunda.

“Eu estou aliviada, bem mais feliz. Encontrei com a Anna Beatriz durante uma hora. Foi emocionante, a gente se abraçou, sorriu e conversamos. A imigração ficou sensibilizada e a gente conseguiu que ela retorne ao Brasil ainda hoje”, disse.As duas devem embarcar ainda nesta segunda para o Brasil. “O pessoal da imigração vai levá-la ainda hoje, às 19h, para se encontrar comigo no aeroporto e de lá a gente embarca para o Brasil”, comemorou.A mãe agradeceu o apoio que recebeu dos amigos e pelas redes sociais. “Valeu todo o esforço, todo apoio, carinho e oração que cada um fez para que a Anna retornasse e principalmente saísse do abrigo. Estamos aliviados felizes porque vamos retornar para nossa terra, nosso lugar. Obrigado a todos que tiveram envolvidos nessa corrente do bem. Meu Dia das Mães com certeza vai ser bem mais feliz.”

Anna Beatriz tem 17 anos e está detida num abrigo em Chicago, após ser barrada pela imigração americana (Foto: Leide Theophilo/Arquivo Pessoal)
Anna Beatriz tem 17 anos e estava detida num abrigo em Chicago, após ser barrada pela imigração americana 

Itamaraty
A assessoria de imprensa do Itamaraty confirmou ao G1, por telefone, que Anna Beatriz será liberada pelo serviço de imigração americano. Porém, disse que não sabia o dia em que isso acontecerá ou quando ela embarcará para o Brasil.Entenda
O drama da adolescente brasileira começou no dia 17 deste mês ao chegar ao aeroporto de Detroit. Ela foi barrada pela imigração e levada para um abrigo para menores, em Chicago.Segundo a família, Anna Beatriz foi acusada nos EUA de ser imigrante ilegal, de ter entrado no país para se encontrar com homem e também de estar com visto errado. No entanto, a mãe da garota afirma que a filha saiu do Tocantins com autorização para viajar sozinha, tinha visto de turista e os documentos estavam regulares.A adolescente é emancipada desde 2015 e é acostumada a viajar sozinha. Em janeiro, a garota foi para Argentina onde fez intercâmbio cultural e estudou espanhol, em uma escola, até o mês de março.A próxima viagem estava programada para o Canadá, em julho deste ano. Mas a menina resolveu ir para os Estados Unidos este mês, após o convite de uma amiga. As viagens foram um presente dos pais, antes de a adolescente ingressar na universidade.

Mãe de garota retida nos EUA embarca para Chicago (Foto: Reprodução/Facebook)
Mãe de garota retida nos EUA embarca para Chicago 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA