Adolescente do Tocantins está há uma semana detida em abrigo nos EUA

0
19

Garota de 17 anos foi barrada na imigração e está detida em Chicago.
‘Meu pássaro está preso. Eu incentivei tanto a voar’, lamenta a mãe.

O drama da família Theophilo completa uma semana nesta terça-feira (26). Há sete dias Anna Beatriz, de 17 anos, está detida em um abrigo em Chicago (EUA). “Uma situação inesperada, fora mesmo do nosso controle, até de entendimento sobre o porquê que está acontecendo isso com a Anna”, conta a mãe da adolescente, Leide Theophilo.(Veja o vídeo)

O drama começou na terça-feira (19), quando a adolescente, que é emancipada, foi barrada pela imigração no aeroporto de Detroit. Segundo a mãe, Anna Beatriz foi acusada de ter entrado no país para se encontrar com homem.

Os pais contam que a filha saiu do Tocantins com autorização para viajar sozinha. “Nós não sabemos o que aconteceu. No passaporte tem essa possibilidade de você dizer que ela pode viajar desacompanhada de um maior.”

Contato
Até agora, a família conseguiu fazer dois contatos com a adolescente por telefone. No primeiro, a mãe diz que quase não deu para falar porque as duas ficaram muito nervosas. “Ela ligou chorando, desesperada e muito angustiada. Isso me deixou muito nervosa e também chorando.”

Na outra ligação, Anna conseguiu conversar com mais calma. “Eles tiraram sangue meu hoje. Vão fazer teste de urina também. Eles jogaram algumas coisas minhas fora, como escova de dente, alguns papéis de viagens que eu trouxe”, disse a garota, em conversa gravada pelos parentes.

Anna Beatriz tem 17 anos e está detida num abrigo em Chicago, após ser barrada pela imigração americana (Foto: Leide Theophilo/Arquivo Pessoal)

Anna Beatriz está detida num abrigo em Chicago

Viagem
A família da adolescente mora em Palmas. A mãe contou que a filha terminou o ensino médio no ano passado e as viagens foram um presente dos pais, antes da adolescente ingressar na universidade.

Em janeiro, a moça foi para Argentina onde fez intercâmbio cultural e estudou espanhol, em uma escola, até o mês de março.

A próxima viagem estava programada para o Canadá, em julho deste ano. Mas a menina resolveu ir para os Estados Unidos este mês, após o convite de uma amiga.

Consulado
O consulado do Brasil em Chicago está acompanhando o caso e informou que a imigração americana alega que a adolescente tentou entrar nos Estados Unidos para estudar, sem o visto adequado.

Os pais negam que a filha tenha viajado para o exterior com esse objetivo. Eles afirmaram que viajam nesta terça aos EUA, para acompanhar o caso da filha. “Meu pássaro está preso. Eu incentivei tanto a voar, pegaram e colocaram numa gaiola e isso é muito doloroso para mim, que sou mãe, que conheço a minha filha.”

A assessoria de imprensa do Itamaraty informou ao G1, por telefone, que o Consulado-Geral do Brasil em Chicago já visitou a garota no abrigo, mas que não há previsão de quando ela sairá das instalações. Por ela ser menor e estar desacompanhada, a volta pode demorar mais, conforme as informações. A assessoria afirmou que o local oferece condições adequadas para a menina.

Tocantinense é acostumada a viajar para outros países (Foto: Leide Theophilo/Arquivo Pessoal)

Tocantinense estava acostumada a viajar para outros países.

saiba mais

Fonte: G1

 

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA