Alerta: Bebê de 11 semanas de vida morre asfixiado ao ser colocado em assento infantil para carro

0
190

Um bebê de 11 semanas de vida morreu após ser colocado em um assento infantil de carro e ser esquecido.

Ali e Derek Dodd, de Oklahoma, EUA, deixaram seu filho, Shepard, aos cuidados de uma babá, que o colocou para dormir em um assento de carro apropriado para crianças, ao invés de leva-lo para um berço.

De acordo com o relatório da polícia, a criança havia sido colocada sobre o assento, no chão de um quarto, e sem supervisão.

Quando a babá voltou para ver como a criança estava, ela não respirava. Desde a tragédia o casal têm feito uma campanha através do Facebook para destacar os perigos de deixar bebês dormirem em assentos de carro.

Bebê de 11 semanas de vida morre asfixiado ao ser colocado em assento infantil para carro

Shepard, bebê de 11 semanas de vida, filho de Ali e Derek Dodd, de Oklahoma, EUA, morreu após ser colocado em um assento infantil para carro e ser esquecido.

A questão estava sendo discutida em Oklahoma, como parte de um estudo relativo à segurança das crianças. O casal quer que as regras sobre isso sejam mais claras, para que os pais não tenham dúvida alguma sobre o perigo que seus filhos sofrem ao dormirem em um assento de carro.

2

Ali quer que fabricantes de assentos de carro exibam claros sinais de alerta.

“Queremos salientar que a nossa missão não é colocar mais medo nos pais, sobre como manter suas crianças seguras. Nossa missão é simplesmente educá-los e conscientizar as pessoas sobre os perigos que muitos de nós realmente não sabíamos antes”, afirmou a mulher.

3

Ela também disse que os assentos em questões se designam apenas para usos em viagens. A mulher tem outro filho, chamado Presley, de 5 anos.

Acredita-se que a morte de Shepard se deu devido à asfixia posicional, quando um indivíduo não pode respirar devido à sua posição. Recém-nascidos e lactentes jovens não têm força no pescoço para levantar a cabeça o suficiente para respirar.

4

Fonte: gadoo

 

Gostou? Compartilhe

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA