Pelo menos quatro crianças tiveram cirurgias adiadas no Hospital Regional de Gurupi, no sul do Tocantins, por falta de agulhas na unidade. Uma das mães reclamou que já é a segunda vez que o procedimento do filho é cancelado pela falta do material, a primeira foi há cerca de dois meses. As quatro crianças precisam fazer tipos diferentes de cirurgias.

“A gente está preparada, a criança já está toda arrumada, chega a médica falando que infelizmente não vai poder fazer a cirurgia por falta de material”, diz Mayara Cerneiro, mãe do pequeno Gustavo de apenas quatro anos.

A médica teria viajado de São Paulo até Gurupi para realizar os procedimentos. As crianças chegaram a passar pela preparação, mas voltaram para casa sem fazer as cirurgias. O hospital remarcou tudo para os dias 17 e 18 de janeiro de 2018. As mães esperam que desta vez tudo corra conforme o planejado.

Hospital Regional de Gurupi adiou cirurgias de pelo menos quatro crianças (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Hospital Regional de Gurupi adiou cirurgias de pelo menos quatro crianças (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

“Eu quero acreditar né, mas a gente fica com o pé atrás. Porque da outra vez falou que tinha essa nova data, que foi o dia de ontem e chamou. Mas quando chegou aqui aconteceu a mesma coisa”, diz Mayara de Souza Carneiro, que é mãe de uma das crianças.

“Passa a noite todinha no hospital, quando chega na hora, seu filho já pronto para fazer a cirurgia a cadê a agulha? Esta agulha que é o mistério das cirurgias dos nossos filhos”, se revolta Maria Rita Alves Lima, mãe de Ronaldo Lima, de três anos de idade.

A Secretaria de Saúde do Tocantins negou que o material esteja em falta na unidade e disse que abriu uma investigação interna para saber o motivo do adiamento dos procedimentos. Ainda de acordo com a Sesau, as cirurgias serão feitas o mais breve possível.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA