Curiosidades: Jetpack: Primeira mochila a jato comercial do mundo estará à venda no próximo ano

0
389

Uma empresa da Nova Zelândia promete, finalmente, começar a vender um jetpack (também conhecido como mochila a jato) pessoal no próximo ano.

O veículo sempre foi o sonho do então estudante universitário, Glenn Martin. Testes realizados na Nova Zelândia do protótipo inicial, em 2011, conseguiram fazer o jetpack tripulado voar com sucesso pelo menos 1.000 metros do chão antes de aterrissar de paraquedas.O Martin Jetpack tem sido desenvolvido ao longo dos últimos 35 anos e vai custar cerca de R$ 470 mil reais.

A versão melhorada, cahamada P12, estava em exposição na Paris Airshow – juntamente com um simulador que permitia ao público experimentar o Jetpack. Ele roda em um motor a gasolina de 200 cavalos de potência V4 que impulsiona duas ventoinhas de dutos e pode voar por mais de 30 minutos a até 74 quilômetros por hora, superando 1.000 metros de altitude. Ele pode transportar uma carga comercial de até 120 kg.

122-1

Peter Coker, chefe-executivo da Martin, diz que, embora o Jetpack possa interessar a aventureiros ricos, ele é direcionado principalmente para a equipe de emergência de busca e missões de resgate. “Eu acho que os socorristas vão ver isso como uma grande melhoria para a sua capacidade. Então, por exemplo, nos serviços de bombeiros para observação situacional, talvez por resgates aquáticos ou até mesmo busca e salvamento em praias, poderia ser útil. Naturalmente, também serve para o serviço de ambulância chegar a um ponto de importância para resgatar as pessoas no menor tempo possível. Portanto, há uma série de usos dentro deste segmento”, disse em entrevista à Reuters.

122-2

A empresa diz que o Jetpack, que usa o mecanismo Vertical Take-off and Landing (VTOL) – decolagem e pouso vertical -, pode pousar nos telhados cobertos com antenas e fios, e voar em áreas bem confinadas, tornando-se uma alternativa prática para os helicópteros tradicionais.

De acordo com Coker, o Jetpack tem um módulo estrutural para o piloto que o protege em caso de acidente e paraquedas balístico.

As primeiras entregas do jato estão programadas para o segundo semestre de 2016.

Fonte: Jornal Ciência

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA