Notícias: ‘Falta condição digna para o ser humano’, diz médico do Tocantins

0
67

Hospital Regional de Araguaína ficou sem água durante o final de semana.
Médico afirma que faltam leitos e pacientes são tratados com descaso.

 

“Falta cama, leito, quarto e condição digna para o ser humano”. Estas são palavras do médico Rui Cazarotto, que trabalha no Hospital Regional de Araguaína (HRA), no norte do Tocantins. Ele está indignado com a atual situação da unidade de saúde. Além dele, pacientes e acompanhantes reclamam dos corredores lotados e da falta de água na unidade de saúde no último final de semana.

Hospital Regional de Araguaína ficou sem água durante o final de semana e pacientes não puderam tomar banho (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Hospital Regional de Araguaína ficou sem água
no final de semana e pacientes não puderam
tomar banho 

O pai da dona de casa Angela de Araújo, que tem 92 anos e sofreu um derrame, conseguiu tomar banho apenas no final desta terça-feira (22), pois os banheiros estavam superlotados. “É difícil. Os pacientes reclamam demais, principalmente do calor. E a falta de água prejudica ainda mais”, ressalta.

O médico Cazarotto diz que o cidadão não merece ser tratado com tanto descaso. “Isso aqui é um descaso com a medicina, um descaso com o nosso povo e com a nossa gente. Pela quantidade de impostos que nós pagamos, nós ganhamos é isso aqui. Tem tanta gente no corredor que não dá para o médico passar”, desabafa.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesau) disse que a falta de água ocorreu no hospital porque um cano quebrou, mas o fornecimento foi restabelecido no domingo (20), depois que uma equipe de saneamento foi ao local. Já sobre a superlotação, o órgão disse que o hospital é referência não só para o Tocantins, mas também para municípios do sul do Pará e Maranhão, por isso a demanda é grande.

 

Fonte: G1/Tocantins

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA