Notícias: Mulher diz que pai de menino sírio afogado em praia era traficante de pessoas e dirigia bote que virou no mar

0
350

ATTENTION EDITORS - VISUAL COVERAGE OF SCENES OF DEATH OR INJURY A Turkish gendarmerie carries a young migrant, who drowned in a failed attempt to sail to the Greek island of Kos, in the coastal town of Bodrum, Turkey, September 2, 2015. At least 11 migrants believed to be Syrians drowned as two boats sank after leaving southwest Turkey for the Greek island of Kos, Turkey's Dogan news agency reported on Wednesday. It said a boat carrying 16 Syrian migrants had sunk after leaving the Akyarlar area of the Bodrum peninsula, and seven people had died. Four people were rescued and the coastguard was continuing its search for five people still missing. Separately, a boat carrying six Syrians sank after leaving Akyarlar on the same route. Three children and one woman drowned and two people survived after reaching the shore in life jackets. REUTERS/Nilufer Demir/DHA ATTENTION EDITORS - NO SALES. NO ARCHIVES. FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS. TEMPLATE OUT. THIS IMAGE HAS BEEN SUPPLIED BY A THIRD PARTY. IT IS DISTRIBUTED, EXACTLY AS RECEIVED BY REUTERS, AS A SERVICE TO CLIENTS. TURKEY OUT. NO COMMERCIAL OR EDITORIAL SALES IN TURKEY.

A imagem do corpo do menino curdo-sírio Aylan Kurdi, encontrado morto em uma praia da Turquia na semana passada, rodou o mundo e causou revolta e indignação para com os perigos aos quais os refugiados se sujeitam para chegar à Europa

82wuvuq4u5_3f9i0648t7_file

Único sobrevivente de sua família, que embarcou em um bote superlotado para viajar pelo Mar Mediterrâneo até a ilha de Kos, Abdullah Kurdi ganhou destaque no noticiário internacional, depois de declarar que voltaria para sua cidade natal, disputada pelo Estado Islâmico, para enterrar seus dois filhos e sua mulher

fokc2fwme_8nv6r7wus2_file

Mas uma iraquiana que estava no bote e também sobreviveu à tragédia veio a público para afirmar que o pai do menino Aylan não é o que diz ser

gcdos4c80_17cmuax6hc_file

Segundo Zainab Abbas, que perdeu dois filhos quando o barco virou próximo à costa da Turquia, Abdullah Kurdi era traficante de pessoas e estava dirigindo o barco quando ele virou, matando a maioria das pessoas que fazia a travessia

3qvmjkqvji_81z2bis49q_file

No entanto, Abdullah sempre alegou que só assumiu o controle do bote quando o capitão da embarcação entrou em pânico e pulou na água

5qejlc5exr_72sh6qnhth_file

Em entrevista à emissora de TV australiana Network Ten, Abbas afirmou que o pai de Aylan dirigiu o barco por todo o percurso

63wd50x0aa_31x4cm1pm3_file

Sim, era Abdullah Kurdi quem conduzia o barco. Ele me disse: “Por favor, não me entregue”

2vf7bemm6u_qsjpttu6y_file

Abbas disse ainda que o homem com quem ela havia negociado sua passagem para embarcar no bote afirmou que a viagem seria segura porque o motorista levaria a mulher e seus dois filhos.

— Quando eu perdi meus filhos, eu perdi minha vida. Como ele pode mentir para a mídia?

Fonte: R7

 

Gostou? Curte, comente e compartilhe.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA