Um morador de Lagoa da Confusão, na região central do Tocantins, escapou por pouco de ser alvo dos criminosos que mataram dois homens e feriram outro para roubar um carro durante uma carona. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos chegaram a pegar carona com o morador para ir até a festa, mas foram enganados pela vítima no momento em que tentavam voltar para a cidade. Neste momento, eles pegaram carona com outras pessoas e cometeram o crime.

A pessoa que dirigia o carro ainda não foi identificada pela Polícia. Ela teria buscado os dois suspeitos, de 20 e 17 anos de idade, na orla da cidade e levado a dupla até a festa em um assentamento próximo. Os dois estariam planejando cometer o crime na volta para a cidade, mas o motorista pediu dinheiro emprestado para comprar um maço de cigarros e não voltou ao local.

Após a primeira tentativa não dar certo é que os criminosos teriam pedido a carona para Carlos Henrique da Silva, Wagno Ramo do Carmo e Edison Luiz Roncaglio. Apenas Edison sobreviveu ao ataque dos dois. Os suspeitos levaram o veículo após esfaquear todos os ocupantes do carro.

A dupla foi presa na manhã seguinte, dormindo em cima de uma mesa de bilhar. A informação é de que eles pararam para descansar após o veículo ficar sem combustível na estrada.

O crime

Carlos Henrique da Silva, de 22 anos, e Wagno Ramo do Carmo, de 29, foram assassinados no município de Lagoa da Confusão, região central do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu depois que eles deram carona para desconhecidos na madrugada do dia 20 de novembro. Para roubar o carro, os suspeitos mataram as vítimas.

Carlos Henrique foi assassinado após dar carona para desconhecidos (Foto: Divulgação)

Carlos Henrique foi assassinado após dar carona para desconhecidos (Foto: Divulgação)

Uma terceira vítima do roubo Edison Luiz Roncaglio também foi atingido, mas conseguiu sair do veículo e correu para pedir socorro. Ele chegou a ser internado, mas já recebeu alta.

Suspeitos

“Os autores, um jovem de 20 anos e um adolescente de 16, estavam curtindo uma festa na cidade de Lagoa da Confusão, quando viram as vítimas em um carro com um som muito caro”, contou o delegado Hismael Tranqueira, ao afirmar que eles se sentiram atraídos pelo aparelho de som automotivo.

Horas depois do crime, os suspeitos foram encontrados. Segundo a polícia, após o carro ficar sem gasolina eles saíram para comprar combustível e acabaram parando em um bar, onde dormiram em cima de uma mesa de sinuca. “Eles estavam bêbados e foram encontrados dormindo perto de Nova Rosalândia”, contou o delegado.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA