Tecnologia: As 10 maiores aquisições da história na área de tecnologia

0
112

Aquisições e fusões são comuns no mercado de tecnologia. Normalmente, elas envolvem uma corporação gigante absorvendo uma empresa menor, por cifras na casa das dezenas ou centenas de milhões de dólares. No entanto, às vezes acontecem as “megafusões”, em que uma gigante acaba fechando a compra de outra gigante. Aí os valores tradicionalmente batem com folga a casa dos bilhões.

Estas são as maiores aquisições da história da tecnologia. Confira:

1. Dell compra EMC por US$ 67 bilhões

Nesta segunda-feira, 12, a Dell anunciou a aquisição da EMC, empresa de armazenamento de dados. O negócio foi oficializado nesta segunda-feira,12, por US$ 67 bilhões, e deve combinar o domínio da EMC no mercado de armazenamento com a participação da compradora na área de dispositivos. A EMC também controlava a VMWare, a empresa de nuvem e virtualização de softwares e serviços.

635800064034481877-dellemc

2. Facebook compra o WhatsApp por US$ 19 bilhões

Em 2014, o Facebook decidiu abrir os cofres para ter o maior aplicativo de bate-papo do mundo, concorrente do seu próprio Messenger. Na ocasião, a compra causou confusão, já que a empresa já tinha um serviço de qualidade similar, mas hoje está cada vez mais óbvia a intenção da empresa com o WhatsApp e o Messenger: o primeiro deve se manter como um serviço puro de mensagens, enquanto o segundo aos poucos se tornará uma plataforma muito mais ampla

WhatsApp_logo-color-vertical.svg (1)

3. HP compra a Compaq por US$ 18,6 bilhões

Houve um tempo em que a Compaq foi um nome de peso no mercado de computadores. Isso foi nos anos 1980. Com o passar das décadas, a marca foi minguando até ser comprada pela HP próximo à virada do milênio. O negócio foi anunciado em 2001 com um valor muito maior do que o preço realmente fechado entre as duas partes. Em 2002, o negócio foi selado por quase US$ 19 bilhões.

HP-Compaq

4. Nokia compra a Alcatel-Lucent por US$ 16,6 bilhões

Em abril deste ano, a parte que sobrou da Nokia depois da compra pela Microsoft comprou a Alcatel-Lucent. O negócio mostra uma disposição ainda maior da finlandesa em se firmar como uma gigante de redes e telecomunicações. Apesar da expectativa, a fusão teve muito pouco a ver com smartphones.

images (1)

5. HP compra EDS por US$ 13,9 bilhões

A HP aparece novamente nesta lista, desta vez comprando a Electronic Data Systems Corporation no ano de 2008. A companhia era conhecida por produzir um gerador automático de código e um sistema que permitia que os caixas eletrônicos pudessem coletar dinheiro. No entanto, a HP adquiriu o negócio para seus negócios serviços de TI.

eds-mavi-logo_0

6. Symantec compra Veritas por US$ 13,5 bilhões

Em 2005 foi fechada a aquisição da Veritas pela Symantec. A empresa era voltada para gerenciamento de armazenamento e conhecida pelo primeiro sistema de arquivos journaling comercial, mantendo registros de todas as alterações. A fusão permitiu à Symantec o acesso a vários clientes de peso.

6984866767_7b59392e60_z

7. Google compra a Motorola por US$ 12,5 bilhões

Essa fusão é mais próxima do grande público. Em 2012, a empresa gigante de buscas comprou a fabricante de hardware, em um processo que deu origem aos smartphones da linha Moto e o Nexus 6. A compra foi a maior da história do Google até hoje. Em 2014, a companhia repassou a Motorola para a Lenovo por US$ 2,9 bilhões, mas ficou com todas as principais patentes, o que ajuda a explicar a desvalorização.

motorola-lineup

8. Oracle compra a PeopleSoft por US$ 10,3 bilhões

Em janeiro de 2005 o negócio entre as duas empresas foi fechado, apesar da rejeição inicial da PeopleSoft, que preferia se manter independente. No entanto, a aquisição foi aceita, fazendo da Oracle a segunda maior empresa de softwares corporativos na época, atrás apenas da SAP.

images

9. HP compra Autonomy por US$ 10,3 bilhões

Em 2011, a maioria dos acionistas da Autonomy aceitou a oferta de US$ 10,24 bilhões da HP. Os produtos da Autonomy eram baseados em pesquisas da Universidade de Cambridge, voltados principalmente para o mercado corporativo. Hoje ela funciona sob o nome de HP Autonomy.

Cubes - 267 - AUTONOMY

10. Microsoft compra o Skype por US$ 8,5 bilhões

Em 2011, as chamadas de vídeo e voz pela internet estavam decolando, e a Microsoft garantiu seu espaço comprando o maior nome deste mercado: o Skype. A empresa, no entanto, não foi a primeira dona do Skype. Em 2005, o eBay havia comprado o serviço de comunicações; em 2009, ele foi repassado para um grupo de investidores liderado pela Salt Lake Partners. Só então ele caiu nas mãos da Microsoft.


BÔNUS: Aol compra Time-Warner por US$ 106 bilhões

A fusão, completada em 2001, é normalmente considerada a maior da história da tecnologia pelo envolvimento da Aol. No entanto, a Time-Warner é uma empresa de mídia, e não de tecnologia. Portanto, o negócio não pode figurar no topo do ranking.

images

 

Fonte: olhardigital

 

Gostou? Compartilhe

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA