Desde o lançamento do Windows 10, a Microsoft decidiu mudar sua postura em relação a versões anteriores do sistema operacional quando o assunto são updates. Cada vez mais a empresa briga para que essas atualizações ocorram de forma automática e sem incomodar o usuário. O lado bom disso é que o cliente está sempre em dia com melhorias e protegido de bugs e brechas. Porém, isso significa que falhas no patch também podem ser fatais. Foi mais ou menos isso que acontece na atualização mais recente do Creators Update.

O download liberado pela MS na última terça-feira (10) tinha como objetivo limar ao menos 62 vulnerabilidades críticas da plataforma, efetivamente impedindo que cibercriminosos se aproveitassem dessas aberturas. Para surpresa de muita gente, no entanto, bastou instalar o pacote de segurança KB4041676 para que o sistema ficasse completamente instável e passasse a apresentar a temida tela azul da morte repetidamente.

De acordo com um internauta que entrou em contato com o suporte online da companhia, o update teve o mesmo efeito em dezenas de seus computadores. Estamos falando desde PCs de marca – produtos da HPDell e Lenovo – até máquinas customizadas montadas peça a peça. Para provar que a culpa é do Windows e não do hardware, o rapaz conseguiu reproduzir a BSOD também em máquinas virtuais com o Windows 10.

De acordo com a Microsoft, tudo já foi resolvido

Por um tempo, a comunidade especulou que o erro – que resultava em telas azuis contínuas, sem nunca completar boot – se originava em uma falha do software em relação ao suporte para USB Tipo-C. Posteriormente, no entanto, os resets forçados continuaram a surgir em PC sem a entrada ou com a opção desligada na BIOS. Felizmente, de acordo com a Microsoft, tudo já foi resolvido. Porém, a resposta da empresa pode não agradar todo mundo.

Desencontro de informações

Em comunicado, a empresa de Redmond disse que a falha no patch foi corrigida, mas que em nenhum momento ela afetou usuários comuns – principalmente quem recebeu o pacote via Windows Update. Segundo a MS, o caso envolvendo a entrega dos updates KB4041676 e KB4041691 só ocorreu entre clientes corporativos do sistema. O problema é que, entre as pessoas que reclamaram da tela azul pós-atualização, estavam diversos usuários do Windows 10 Home.

Por enquanto não há uma atualização a respeito desses casos inesperados, mas a companhia já criou uma página para ajudar aqueles que estão tendo problemas após o download. É possível pode conferir uma descrição do problema e as possíveis soluções para isso neste link – totalmente em português. E aí, você foi afetado por essa escorregada da Microsoft? Deixe o seu relato mais abaixo, na seção de comentários.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA